Centro Cultural Fortaleza - Hoje é Dia do Rock Centro Cultural Fortaleza - Hoje é Dia do Rock

Programa musical para apreciadores do movimento alternativo do rock e cultura popular.

 

HOJE É DIA DE ROCK
AGOSTO/2017

 

ESPECIAL HOJE É DIA DE ROCK - HOMENAGEM AO WOODSTOCK

 

Um festival da contracultura, contra o establishment

Dia 19, sáb., às 17h30

 

No aniversário de 48 anos do mítico Festival de Woodstock, o Centro Cultural Banco do Nordeste promove uma homenagem ao evento que personificou o espírito dos anos 1960, da geração de paz, amor, rock´n roll e rebeldia, da contracultura e do protagonismo do jovem na sociedade, do sonho de mudar o mundo, do difícil exercício de despertar.

 

Em agosto de 1969, entre os dias 15 e 18, uma fazenda próxima à cidade de Bethel, no interior do estado de Nova York, EUA, recebeu um público de proporções jamais esperadas, para o que começou a ser planejado como um festival de música e artes, mas terminou por alcançar um patamar muito superior, se tornar um dos grandes marcos da história contemporânea, dos pontos de vista artístico, estético, social, comportamental.

 

Ao longo de três dias que se tornariam quatro, mais de 30 dos maiores artistas e grupos que fizeram a revolução sonora dos anos 1960 se apresentaram para incríveis mais de 500 mil espectadores. Muito mais do que se pensara inicialmente, o que levou os organizadores a ter de suspender a venda de ingressos, derrubar as cercas divisórias, ampliar a área para o público e procurar mobilizar às pressas, com o auxílio dos moradores locais, água, comida e auxílio a tantos jovens cabeludos em velhas roupas coloridas, que chegavam de todo lugar, estrangulando as estradas e fazendo que os helicópteros fossem o único meio de levar os músicos ao palco. Em condições tão adversas, somente o espírito de paz e amor poderia ter conduzido o público à serenidade e ao cuidado mútuo que impediram a grande tragédia que poderia ter acontecido em caso de pânico ou caos.

 

Registrado em um belíssimo documentário com grande destaque para a trilha sonora, Woodstock permanece, quase 50 anos depois, como um marco para a história do rock, da juventude, da sociedade. Uma grande lembrança e uma prova inconteste de que outra sociedade e outro pensamento são possíveis, para além do consumo, do capital, da competição e do status quo, apesar dos tantos desafios de nosso tempo, que reclamam novas formas de integração e mobilização do público jovem, em busca de seu próprio despertar.

 

 

Homenagem no CCBN

 

Para homenagear Woodstock e o espírito eternamente jovem daquela geração, o Centro Cultural Banco do Nordeste promove no dia 19/08 o espetáculo “Memórias do Woodstock”, dentro do programa “Hoje é Dia de Rock”.

Será uma edição especial, contando com dois shows e reunindo vários grandes nomes da nova cena musical cearense. Apresentações especialmente preparadas para o CCBN, em tributo aos grandes nomes da música que passaram por Woodstock, levando seu canto a mais de meio milhão de pessoas e se fazendo ecoar até os dias de hoje. Artistas e grupos como Jimi Hendrix, Janis Joplin, Joe Cocker, The Who (que este ano vem ao Brasil), The Band, Ten Years After, Jefferson Airplane, Joan Baez, Richie Havens, Ravi Shankar, Arlo Guthrie, Santana, Canned Heat, Grateful Dead, Creedence Clearwater Revival, Sly and the Family Stone, Country Joe and The Fish, Blood Sweat and Tears e muitos outros.

 

Com entrada franca, a programação terá início às 17h, com três grandes intérpretes do rock cearense: Fets Domino, Sara Gabriel e Shirley Cordeiro.

Na banda base, o guitarrista Caike Falcão, com passagem em festivais de renome como Ponto.CE e Festival Conecta, o baterista Marcelo Holanda, da banda Blues Label, e o baixista Jonas Rio farão a sua releitura do festival Woodstock.

 

Já às 19h acontece o segundo show, contando com outros três grandes nomes da música do Ceará: Felipe Cazaux, Nayra Costa e Nigroover. Artistas que desenvolvem seus trabalhos autorais e vêm ampliando cada vez mais o reconhecimento a seu trabalho, em nosso Estado e no plano nacional, reunindo-se especialmente para este Tributo a Woodstock no CCBN. Ao lado deles, instrumentistas do primeiro time de nossa cena, em uma seleção de mestres: Diogo Farias (gaita), Rômulo Rodrigues (guitarra e teclado), Hamilton de Castro (contrabaixo) e Ricardo Pinheiro (bateria).

 

Todos interpretarão, com novos arranjos, canções que foram executadas em Woodstock, buscando releituras pessoais e promovendo um diálogo entre épocas e estéticas, além de destacar ao público toda a intensidade sonora que marcou o festival. Composições e performances cuja força segue influenciando diferentes gerações de novos artistas, no Ceará, no Brasil e no mundo. É dia de rock! É dia de Woodstock!